14/04/19 - 19:28

Rio de Janeiro

Abel Braga afirma: ‘Arrascaeta vem em um momento bom, se adaptou melhor ao grupo’

Técnico do Flamengo comentou sobre o jogo ser realizado no Nilton Santos e afirmou que o Maracanã é a casa do Rubro-Negro

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

O Flamengo conquistou uma importante vitória neste domingo, sobre o Vasco pelo Campeonato Carioca. No primeiro jogo da final da competição, o Rubro-Negro venceu por 2 a 0. Em entrevista coletiva após a partida, Abel Braga afirmou que não tem nada ganho ainda e que esse jogo é de 180 minutos.

“Foi uma vitória em 90 minutos, mas esse jogo tem 180. Alertei meus jogadores sobre isso, nós não conquistamos nada. Precisamos jogar com a mesma seriedade do segundo tempo… No momento que o Vasco errava no primeiro tempo e nos entregava a bola, nós fazíamos as opções erradas. No segundo tempo não. Não vou comentar sobre VAR, mas vou começar um outro: Se discute muito a importância do VAR, mas um VAR não pode ser consultado como ele foi hoje. Ele deu escanteio e depois foi consultar o VAR”, disse Abel Braga.

Abel Braga comentou sobre a entrada de Arrascaeta no time e ressaltou a importância de Diego para a equipe. O camisa 10 foi reserva na partida deste domingo.

“Esse time é muito unido, fechado, simples. Em 20 jogos, ele perdeu somente dois. O que fez o Arrascaeta entrar? Ele vem em um momento bom, se adaptou melhor ao grupo… Com três meses ele teve a chance. Ele não entrou porque o Diego estava mal, ele entrou porque entrou muito bem no último jogo e vem treinando muito bem”, afirmou o técnico do Flamengo.

O Clássico dos Milhões foi realizado no Estádio Nilton Santos por opção do Vasco, mandante da partida. Abel Braga comentou que o Maracanã é a casa do Flamengo.

“Essa semana vamos treinar para esses dois jogos. Vamos tentar fazer o melhor pela nossa vida. O Maracanã é a casa do Flamengo e já oficialmente 50% do Flamengo. É lá que o pessoal gosta, por isso o público baixo. Mas eu sou um cara que fica muito feliz aqui no Engenhão”, destacou Abel Braga.

0 comentários