Rio

Witzel diz que poderia jogar um míssil em criminosos da Cidade de Deus

Governador do Rio comentou sobre a operação que a PM realizou na comunidade essa semana

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

Nesta sexta-feira, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, comentou sobre a operação da Polícia Militar (PM) que ocorreu essa semana na comunidade Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio.

“O vagabundo, aquele que é bandido, quer atalho. Aí, nós, que somos cidadãos, não vamos aceitar isso. A nossa PM não quer matar, mas nós não queremos ver cenas como aquelas que nós vimos, na Cidade de Deus, que, se fosse com autorização da ONU, em outros lugares do mundo, nós tínhamos autorização para mandar um míssil naquele local e explodir aquelas pessoas”, disse Witzel. Posteriormente, ele explicou que quando usou a expressão “aquelas pessoas”, se referia aos bandidos que entraram em confronto com a PM.

Witzel disse que o atual estado do Rio de Janeiro é de terrorismo e que não é a comunidade que “faz as pessoas se tornarem terroristas”.

“Porque nós estamos vivendo um estado de terrorismo, não só no estado do Rio de Janeiro, mas nas comunidades onde eles se infiltraram. Não é a comunidade que faz o sujeito ser terrorista porque lá Cidade de Deus, na Rocinha, no Vidigal, tem gente decente, que trabalha e estuda”, disse o governador.

Comentários
enquete

Qual a sua opinião sobre o uso do VAR no Brasileirão?
Carregando ... Carregando ...
recomendadas
AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
Deixe sua mensagem
    Carregando...
21 de Julho de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Fala Garotinho
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
09:30 - Show do Heleno Rotay
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »