Brasil

Bretas vê ‘excesso’ da Lava Jato e devolve celular e cheques à Marcela Temer

Durante a operação, a Polícia Federal apreendeu também um Ipad. Marcela reivindicou, mas o juiz concordou com o Ministério Público Federal e barrou o pedido

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, viu um excesso no cumprimento da diligência da Operação Lava Jato e mandou devolver à ex-primeira dama, Marcela Temer, um celular, um talão de cheques e um contrato de locação. Os objetos foram apreendidos no dia 21 de março, durante a Operação Descontaminação.

Na operação, o ex-presidente Michel Temer ficou preso por quatro dias, por supostas propinas nas obras da usina nuclear de Angra 3, no Rio de Janeiro. O ex-presidente é réu em quatro ações penais.

“Verifica-se que houve excesso no cumprimento da diligência, que alcançou bens particulares da requerente sem a devida autorização judicial”, afirmou o juiz. “O auto circunstanciado de busca indica claramente que o talonário de cheques pertence à requerente, assim como o contrato de locação e o aparelho celular Iphone, em poder de Marcela Temer quando da diligência”, disse Bretas.

Durante a operação, a Polícia Federal apreendeu também um Ipad. Marcela reivindicou, mas Bretas concordou com o Ministério Público Federal e barrou o pedido. O equipamento está mantido para a investigação.

enquete

Você gostou da estreia do Brasil na Copa América?
Carregando ... Carregando ...
recomendadas
AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
Deixe sua mensagem
    Carregando...
16 de Junho de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »