Campeonato Brasileiro

Chapecoense rescinde o contrato do goleiro Ivan

Arqueiro é comunicado de saída por justa causa após incidentes em Minas Gerais

Por: Redação Tupi 
Foto: Marcio Cunha/Chapecoense

O goleiro Ivan não é mais jogador da Chapecoense. O clube comunicou o atleta por telefone nesta sexta-feira (15) que o contrato será rescindido por justa causa após a denúncia por agressão à ex-noiva em Minas Gerais, na última quarta. Com essa decisão, o arqueiro deixa o clube após pouco mais de um ano. O contrato era válido até o fim de 2019.

Acusado de ferir a ex-noiva e ter roubado os celulares dela e de um outro rapaz na cidade de Espinosa, em Minas Gerais, na tarde de quarta-feira, o goleiro Ivan foi até o município tentar retomar a relação com Laíse Gabriela Alves Fernandes. Ambos minimizaram o incidente logo após a repercussão do caso, negando uso de faca ou violência. Porém, a exposição incomodou a Chapecoense.

Ivan se reuniu na noite de quinta-feira (14) com a diretoria da Chapecoense. A princípio, havia sido liberado até segunda-feira das atividades. A decisão seria tomada somente no início da semana. No entanto, a repercussão do caso, com o pronunciamento do arqueiro em vídeos, motivou a tomada da decisão antecipadamente.

A Chapecoense enviou um comunicado à imprensa. O clube não irá se pronunciar mais sobre o caso. Confira: 

“A Associação Chapecoense de Futebol comunica, oficialmente, o desligamento do Goleiro Ivan dos quadros do Clube.”

enquete

Você trocaria a Copa América pela volta dos jogos do seu time no Brasileirão?
Carregando ... Carregando ...
recomendadas
AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
Deixe sua mensagem
    Carregando...
19 de Junho de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »