Baixada Fluminense

Maternidade Mariana Bulhões se torna referência em partos de prematuros

Por Milena Coutinho

Foto: Alziro Xavier/Divulgação PMNI

Uma das principais referências no cuidado aos bebês prematuros no Estado do Rio é a Maternidade Pública Mariana Bulhões, que fica no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Segundo a Prefeitura, dos cerca de 600 partos realizados por mês na unidade, 10% deles são de prematuros. Em todo o Brasil, essa taxa gira em torno de 12%.

A coordenadora de Enfermagem da UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), Débora da Costa, contou como são feitos os procedimentos assim que a equipe recebe os bebês recém-nascidos.

Segundo ela, os funcionários são capacitados para cuidar dos prematuros com o manuseio correto, mantendo os bebês aquecidos, iniciando a alimentação, de preferência com leite materno, cuidando da pele das crianças para que não tenham lesões e realizando o que eles chamam de método canguru, quando o bebê é colocado em contato pele a pele tanto com o pai quanto com a mãe.

A unidade realiza sempre encontros com os pais para orientar as famílias sobre os cuidados com as crianças. Vale lembrar que um bebê é considerado prematuro quando nasce abaixo de 37 semanas de idade gestacional e pesando menos de dois quilos. Isso pode ocorrer por diversos fatores relacionados à saúde da gestante. Por isso, o acompanhamento pré-natal é fundamental durante toda a gravidez.

 

 

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »