Baixada Fluminense

Número de mulheres vítimas de violência doméstica aumenta em Nova Iguaçu

Por Redação Tupi

O número de mulheres vítimas de violência doméstica atendidas pelo Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM), vinculado à Coordenadoria de Políticas para Mulheres da Prefeitura de Nova Iguaçu, vem crescendo nos últimos dois anos. Entre janeiro e junho deste ano, o CEAM contabilizou 106 mulheres atendidas pela primeira vez na unidade, número 68% superior ao de atendimentos realizados (pela primeira vez) no mesmo período de 2017, que foi de 63. Na comparação com o primeiro semestre de 2018, o crescimento foi de pouco mais de 37% – de janeiro a junho do ano passado 77 mulheres procuraram o CEAM pela primeira vez para relatar casos de violência.

De acordo com Miriam Magali, da Coordenadoria de Políticas para Mulheres, o crescimento é consequência do trabalho realizado no local. “Fazemos o acolhimento dessas mulheres e escutamos os problemas. Algumas sofrem todos os tipos de agressão. É feito uma espécie de triagem e uma classificação de risco para saber a situação, se ela corre algum risco que envolva sua vida. Muitas chegam fragilizadas e necessitam logo de uma medida protetiva e até de abrigo”, explicou.

Segundo a Prefeitura, o principal tipo de violência relatado pelas mulheres atendidas é a psicológica, seguida pela violência moral, física, patrimonial e sexual. O CEAM funciona na Rua Terezinha Pinto, nº 297, no Centro de Nova Iguaçu.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »