Baixada Fluminense

PM é torturado e morto após boato que seria ‘estuprador’

Filipe Araújo de Assis foi encontrado em Queimados

Por Redação Tupi

Policiais da Delegacia de Homicídio da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam em flagrante Júlio César de Lira Alves, pelo assassinato do PM Filipe Araújo de Assis, m encontrado morto em uma área rural de Queimados, na Baixada Fluminense, na sexta-feira.
Segundo as investigações, Júlio é apontado como um dos autores do homicídio, além do irmão, Tiago Petronio de Lira Alves e de um terceiro indivíduo, conhecido como “None”.
A polícia informou que os três torturaram e atiraram contra a vítima. Ainda segundo os agentes, o crime foi motivado após a mulher de Julio Cesar divulgar uma informação de que Filipe seria um “estuprador”. Julio vai responder pelos crimes de homicídio qualificado e posse irregular de munição de calibre permitido.
O policial militar foi enterrado neste sábado no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio. Já Júlio foi encaminhado à SEAP , onde ficará a disposição do Poder Judiciário.
Comentários
enquete

Para conseguir um cargo melhor, o chefe deve valorizar o trabalho ou o 'puxasaquismo'?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »