Brasil

Bolsonaro diz que não vai entregar o celular dele

Bolsonaro também criticou o ex-ministro Sérgio Moro dizendo que ele o decepcionou

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/TV)

O presidente Jair Bolsonaro deu entrevista coletiva, na noite desta sexta-feira, ao chegar o Palácio da Alvorada. Ele fez críticas ao ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello pela divulgação do vídeo sobre a reunião ministerial de 22 de Abril. O presidente aproveitou para falar sobre a decisão do ministro de pedir a apreensão do telefone celular dele e o do filho dele Carlos Bolsonaro. O presidente disse que o seu celular  não vai ser entregue.

Bolsonaro também criticou o ex-ministro Sérgio Moro dizendo que ele o decepcionou e que sabia como seria o funcionamento do governo e que já havia ameaçado deixar o cargo ainda em 2019. O presidente disse ainda que Moro, em conversa com a deputada Carla Zambelli, condicionou a sua permanência à manutenção do Diretor da Polícia Federal Maurício Valeixo. O presidente mais uma vez fez críticas a setores da imprensa. Ainda durante a noite, o governador Wilson Witzel se manifestou sobre o vídeo da reunião ministerial. “A falta de respeito de Bolsonaro pelos poderes atinge a honra de todos. Sinto na pele seu desapreço pela independência dos poderes. E espero que num futuro breve o povo brasileiro entenda que, do que ele me chama, é essencialmente como ele próprio se vê”, escreveu Witzel, na conta pessoal no Twitter.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
03 de Junho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Antônio Carlos
« Programa Anterior
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »