Brasil

Brasileira recebe homenagem da ONU no Dia Internacional dos Soldados da Paz

Carla Monteiro de Castro Araújo foi contemplada com o prêmio "Defensoras Militares da Igualdade de Gênero"

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

A brasileira Carla Monteiro de Castro Araújo, foi uma das escolhidas para receber o prêmio Defensoras Militares da Igualdade de Gênero da ONU 2019. A premiação é uma homenagem à contribuição de mais de um milhão de homens e mulheres que serviram e servem como soldados da paz da Organização das Nações Unidas (ONU) e acontece todos os anos no dia 29 de maio, quando é comemorado o Dia Internacional dos Soldados da Paz das Nações Unidas. A cerimônia de premiação aconteceu na sede da ONU e foi transmitida pela internet, com apresentação do secretário-geral, Antônio Guterres.

Além de Carla, que serve nas Forças de Paz da República Centro-Africana, a major indiana Suman Gawani, que recentemente completou sua missão no Sudão do Sul, também foi contemplada.

“Este prêmio é um reconhecimento pelo trabalho de equipe que envolve a força da Minusca (Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana) e o componente civil. É muito gratificante, para mim e para a missão, vermos as nossas iniciativas dando frutos”, afirmou Carla, ao saber do resultado do prêmio.

Carla entrou para o serviço de saúde da Marinha brasileira em 1997. Trabalhou por mais de dez anos como dentista. Depois trabalhou na Unidade Médica Expedicionária da Marinha, com gerenciamento de risco, controle e apoio à saúde. Ela se formou na Escola de Oficiais em 2012.

Desde abril de 2019, tem servido como conselheira de proteção e gênero na sede da Minusca. Lá, estabeleceu e conduziu treinamentos em aspectos relacionados a gênero e proteção. De acordo com a ONU, graças aos esforços dela, a missão aumentou significativamente o número de pontos focais de proteção de gênero e de crianças em suas respectivas localidades.

O Prêmio de Defensoras Militares da Igualdade de Gênero da ONU, criado em 2016, reconhece a dedicação e o esforço de um militar das Forças de Paz em promover os princípios da Resolução 1.325 da ONU sobre Mulheres, Paz e Segurança. Este ano, pela primeira vez, duas militares receberam o prêmio juntas. No ano passado, outra brasileira recebeu o prêmio. Foi Márcia Andrade Braga, a capitão de corveta brasileira, então membro da Minusca.

As informações são da Agência Brasil*

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »