Brasil

Com Bolsonaro, registro de armas cresce quase 50%

Aprovação de uma medida provisória pelo presidente facilitou a compra de armas de fogo

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

O registro de armas cresceu quase 50% desde posse do presidente Jair Bolsonaro. O número bateu recorde, sendo o maior desde 1997, segundo o jornal Folha de São Paulo divulgou nesta sexta-feira. Os registros concedidos pela Polícia Federal  aumentaram 48% até novembro de 2019.

O número é reflexo da facilitação do governo de Bolsonaro sobre o tema. Durante sua campanha eleitoral, ele focou em algumas promessas, entre elas, favorecer a posse de armas. Um de seus primeiros atos no cargo da República foi conseguir a aprovação de uma medida provisória que permitiu a compra de armas de fogo.

Entre essas novas autorizações não estão incluídos registros para caçadores, atiradores e colecionadores. Vale ressaltar, que nesses casos, a autorização é concedida pelo Exército e o crescimento registrado foi de 8%.

Já o presidente Jair Bolsonaro editou oito decretosque modificam regras de porte e posse de armas no Brasil. Entre as modificações estão: o aumento da validade dos registros de cinco para dez anos; armas mais potentes passaram a ser permitidas, assim como, autorização para adolescentes praticarem tiro desportivo; permissão para o porte de armas em toda extensão de propriedade rural; e flexibilização das regras para caçadores, colecionadores e atiradores, que agora prevê a possibilidade de transporte com armas com munição.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »