Conecte-se conosco

Brasil

Como economizar na Black Friday?

Especialistas dão dicas de como não cair em ciladas e se endividar

Publicado

em

Como economizar na Black Friday?

Faltam poucos dias para uma das datas mais aguardadas do ano: a Black Friday, que cairá na próxima sexta (25). Cada vez mais popular não só nos EUA, ela tem se consolidado cada vez mais no Brasil. Por isso, é importante se preparar para economizar e se organizar financeiramente, tanto para não se endividar, como para não cair em pegadinhas do comércio.

É essencial que o consumidor fique em alerta e tenha uma economia real durante a Black Friday. “É importante analisar se realmente o produto está em promoção e se o valor compensa. Utilize sites de busca que forneçam comparações de preços, pois assim será possível analisar o histórico e a flutuação do valor. Evite comprar em sites desconhecidos em que normalmente o valor do produto está muito abaixo da realidade. Cheque se seu cartão de crédito fornece o serviço de proteção de preço, garantindo a cobertura do valor quando o mesmo produto for vendido por um valor mais baixo em outro site”, explica o especialista em Finanças e Educação Financeira, Marlon Glaciano.

Marlon Glaciano, especialista em Finanças e Educação Financeira (Foto: Divulgação)

Para garantir economizar nas compras é importante alguns cuidados: “Pagar à vista sempre garante descontos. Atualmente, os próprios lojistas e sites já oferecem descontos nessa modalidade de pagamento. Fique de olho em cupons de descontos e se for uma compra ao vivo, negocie o desconto ao vivo com o vendedor” orienta Marlon Glaciano.

Ficar atento às formas de pagamento são importantes, garante Felipe Nogueira, especialista em Finanças e Organização Financeira. “Apenas para quem possui planejamento financeiro, cartão não é um vilão. O grande problema é a falta de controle financeiro de quem utiliza. É preciso ter a certeza que nos próximos meses esse valor não impactará no planejamento de pagamento”, aponta.

Muitos utilizam o décimo terceiro para as compras de fim de ano nesta época, mas Felipe alerta: “Esse pagamento tem como objetivo auxiliar nos custos adicionais do período festivo, porém, devem ser priorizados os gastos de janeiro como IPTU, IPVA, material escolar, renovação de matrícula, entre outros. Guardar parte que cubra o custo dessas despesas é importante”, lembra o especialista.

Como faturar mais na Black Friday

Segundo um levantamento da Nuvemshop, apenas um terço dos lojistas se sentem preparados para a Black Friday 2022. Para aumentar o faturamento e fidelizar clientes, é fundamental se preparar, entender e conquistar o seu público.

O especialista em Marketing, Vendas e Relacionamento com o Cliente, Augusto César Vieira, explica que é preciso conquistar a clientela. “Os consumidores têm acesso a muita informação e ofertas diariamente. Para vender mais durante a Black Friday, o empresário deve ter em mente que a sua oferta deve ser irresistível. É preciso que a empresa se destaque para que as vendas aconteçam. Isso pode e deve ser feito tanto através das redes sociais, divulgando a sua oferta para o maior número de pessoas em campanhas diferenciadas”, diz.

Augusto Vieira – Especialista em Marketing, Vendas e Relacionamento com o Cliente (Foto: Divulgação)

Vale lembrar que um dos erros mais destacados pelos clientes é o mau atendimento e a falta de divulgação. Segundo um estudo da Hibou, divulgado pelo E-commerce Brasil, 53% dos consumidores brasileiros acreditam que o atendimento é o maior responsável pela fidelização. “Humanize sua marca. O erro mais comum é achar que o cliente vai na sua empresa sem ter tido nenhuma divulgação sobre a campanha. Quem não é visto não é lembrado. É preciso investir para mostrar a sua oferta para o maior número de pessoas possível”, finaliza Augusto.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *