Brasil

Governo deve cortar gastos não obrigatórios para reajustar salário mínimo

Valor aumentou de R$ 1.039 para R$ 1.045 por mês

Por Redação Tupi

O ministério da Economia vai cortar gastos com despesas não obrigatórias, como investimento e custeio da  máquina pública após o reajuste do salário mínimo, que elevou o valor previsto de R$ 1.039 para R$ 1.045. A informação foi divulgada pelo site Congresso em foco.

Segundo o governo, mesmo que tenha o dinheiro disponível para suprir a diferença ele precisa cortar gastos equivalentes ao aumento.

De acordo com o site Congresso em Foco, o governo precisa definir de onde virá o dinheiro que será utilizado para pagar os gastos inesperados provocados pelo aumento do benefício.

Na semana passada, Guedes disse que espera um aumento de R$ 8 bilhões na arreacadação, mas não deu detalhes sobre o assunto.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Fala Garotinho
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
11:00 - Programa Francisco Barbosa
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
08:00 - Programa Roberto Canazio
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »