Brasil

Juíza pede certidão de bom comportamento de Lula à Polícia Federal

Procedimento é necessário para o regime semiaberto

Por Redação Tupi

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva pode cumprir pena no regime semi-aberto, após avaliação da juíza Carolina Lebbos. A magistrada que é responsável pelo processo de execução da pena de Lula pediu que a Polícia Federal encaminhe uma certidão da conduta carcerária do petista.

O procedimento é necessário para que a juíza decida se irá conceder a progressão para o regime semiaberto, como pedido pelo Ministério Público Federal na última sexta-feira. Em decisão publicada nesta segunda-feira, Lebbos determinou que os procuradores juntem ao processo o cálculo atualizado da pena e também intimou os advogados de Lula a se manifestarem sobre o pedido do MPF.

O ex-presidente já tinha dito que não aceitaria a progressão ou outras medidas cautelares como o uso de tornozeleira eletrônica. Em conversa com os advogados, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e Fernando Haddad, o petista manteve a posição.

Na decisão, Carolina Lebbos também pediu para que seja calculada novamente a multa aplicada ao ex-presidente Lula na sentença confirmada pelo Superior Tribunal de Justiça. Da redação Camila Moraes

Comentários
enquete

Mulheres administram melhor o dinheiro do que os homens?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Patrulha da Cidade
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
13:10 - Show do Pedro Augusto
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »