Brasil

Lula cobra que o governo ofereça garantias para brasileiros ficarem em casa

Ex-presidente defendeu o isolamento social como forma de evitar a propagação do coronavírus

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

Em entrevista a revista Fórum, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu o isolamento social como forma de evitar a propagação do coronavírus. O petista ainda cobrou que o governo ofereça garantias para que os brasileiros possam ficar em casa.

Em quarentena, Lula afirmou que o presidente Jair Bolsonaro “não tem estrutura psicológica para governar o país”. Para Lula, “ele não fala coisa por coisa”.

Por vídeo, o ex-presidente falou sobre o combate ao vírus: “a primeira prioridade é convencer pessoas de que isolamento é melhor forma de evitar o vírus. É o que as pessoas de bom senso falam, mas Bolsonaro continua com dúvida e passando dúvida pra sociedade”.

Lula também cobrou de Bolsonaro a distribuição imediata da renda mínima de R$ 600 para os trabalhadores informais. “O Congresso aprovou e Guedes e Bolsonaro não liberaram. Só liberaram rapidinho o dinheiro dos bancos, sem cobrar contrapartida”, criticou. “Para os pobres, Guedes disse que só lá para 16 de abril e não sabe como vai pagar”.

Apesar de criticar a postura de Bolsonaro, Lula avalia que ainda “precisa provar algum crime de responsabilidade” para que seja feito um processo de impeachment. “O ideal seria a renúncia”, disse.

 

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Alexandre Ferreira
« Programa Anterior
02:00 - Na Companhia Do Garcia
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »