Brasil

Mulheres em situação de vulnerabilidade vão receber cursos do MEC

Expectativa é que o Ministério da Educação possa expandir os cursos para outras regiões do país

Por Redação Tupi

Foto: Tânia Rego / Agência Brasil

O Ministério da Educação informou nessa segunda-feira (10) que vai abrir 5,4 mil vagas para cursos de formação profissional direcionadas para mulheres em situação de vulnerabilidade em locais como: Amapá e Rondônia (região Norte), Maranhão (Nordeste) e Minas Gerais (Sudeste). A expectativa é que o MEC possa expandir os cursos para outras regiões do país.

No Amapá, o Instituto Federal do (IFAP) vai ser oferecer 520 vagas para mulheres ribeirinha, negras, quilombolas e indígenas. Entre os cursos disponíveis na região estão: microempreendedora, operadora de resíduos sólidos, promotora de vendas e operadora de máquinas e resíduos agrícolas.

Enquanto em Rondônia, o Instituto Federal (IFRO) terá 600 vagas para cuidadora infantil, de idosos, padeira, esteticista facial, maquiadora e operadora de processamento de pescado.

Já no Instituto Federal do Sul de Minas, as interessadas vão ter a disposição 1.800 vagas para vagas de copeira, costureira, cuidadora de idosos, depiladora, garçonete, informática, entre outras opções.

Por fim, o Instituto Federal do Maranhão (IFMA) tem 2.490 vagas para os cursos de auxiliar administrativo, operadora de pescado, balconista de farmácia, entre outros.

De acordo com o Ministério, as turmas vão ter início neste mês (março) e vão até a metade de maio.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
03 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Isabele Benito
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »