Brasil

OAB pede suspensão da campanha “O Brasil não pode parar” ao TCU

De acordo com a entidade, peça publicitária "não tem por objeto a promoção da saúde pública"

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução/OAB

A Ordem dos Advogados do Brasil levou até o Tribunal de Contas da União (TCU) uma denúncia contra a campanha do governo federal entitulada de “O Brasil não pode parar”. Na solicitação da OAB, é pedido que o TCU cancele o contrato de R$ 4,8 milhões, formulado esta semana, da Secretaria Especial da Comunicação da Presidência (Secom) com uma agência publicitária, sem licitação.

De acordo o documento, apesar da campanha não ter sido divulgada oficialmente, ela já é de conhecimento do público. A justificativa é que a Secom divulgou o título da campanha nas redes sociais do governo federal na última semana. Segundo a entidade, a peça publicitária não tem por objeto a promoção da saúde pública e serve para a desinformação pública.

“Há, portanto, materialidade suficiente a indicar a existência da peça e a iminência de sua divulgação oficial à população brasileira”, completa a acusação.

Em decisão publicada neste sábado (28) a juíza Laura Bastos Carvalho, da Justiça Federal do Rio, aceitou pedido do Ministério Público Federal (MPF) e ordenou a suspensão da campanha à União.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Alexandre Ferreira
« Programa Anterior
02:00 - Na Companhia Do Garcia
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »