Brasil

Pesquisa revela que mais de 8 milhões de brasileiros já foram vítimas de clonagem do WhatsApp

Ultima armadilha de criminosos é o "Golpe da Festa"

Foto: Reprodução

Mais de oito milhões e meio de brasileiros já foram vítimas de clonagem do Whatsapp nos últimos anos. De acordo com uma pesquisa realizada em 2019 pela empresa PSafe, especializada em segurança de celulares, somente no último ano, foram registradas mais de 413 mil investidas em todo o Brasil para clonar o aplicativo. As tentativas continuam em 2020, somente em janeiro, estima-se que mais de 198 mil pessoas sofreram o golpe no país. O Rio de Janeiro ocupa o segundo lugar, com 24.200 tentativas registradas, atrás, apenas de São Paulo, com 41.200 vítimas.

De acordo com o estudo, o principal prejuízo causado aos usuários, é o vazamento de conversas privadas, que atingiu cerca de 26 porcento dos entrevistados, seguido do envio de links com tentativas de golpes para outros contatos (26,6%), pedido de dinheiro a amigos (18,2%), perda da conta no aplicativo (18,0%) e chantagem (10,5%).

Os últimos golpes atingem diretamente pessoas famosas ou de grande influência, como atores, youtubers e jornalistas. O chamado “golpe da festa” é aplicado utilizando como pano de fundo por eventos que terão a presença de pessoas famosas. Depois, se passando pelo organizador, o golpista entra em contato com a potencial vítima para solicitar uma suposta confirmação de identidade. Para realizar a confirmação, a pessoa precisa informar um código enviado ao seu celular. A vítima recebe um PIN de seis dígitos que libera acesso à sua conta do WhatsApp. A conta fica bloqueada ao proprietário e o criminoso tem acesso a todos os contatos e dados do aparelho.

Para se proteger, o usuário deve evitar informar o código de liberação de acesso do WhatsApp que recebe para terceiros, mesmo que sejam seus próprios contatos. Outra opção de proteção, é a ativação da autenticação de dois fatores, disponível no próprio aplicativo. Para ativá-la, abra seu WhatsApp e toque em Configurações (Android) / Ajustes (iOS) > Conta > Confirmação em duas etapas > ATIVAR.

O próprio WhatsApp impede que a mesma conta seja acessada em dois aparelhos ao mesmo tempo. Caso o usuário perceba que está passando por este tipo de situação, deve abrir o aplicativo em Configurações/Ajustes e selecionar WhatsApp Web. Se estiverem usando o seu WhatsApp, aparecerá o nome do dispositivo no qual ele está conectado. Para desconectar, basta selecionar Sair de Todos os Computadores.

Caso o usuário tenha sua cont clonada, deve desinstalar e reinstalar o aplicativo e entrar em novamente na conta com o novo código de ativação. Logo após, deve registrar um boletim de ocorrência e entrar em contato com o WhatsApp, através do e-mail, [email protected].

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »