Brasil

PF abre inquérito para investigar Jair Bolsonaro no caso Covaxin

Suspeitas de prevaricação de Bolsonaro foram apontadas pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF)

Por Marcos Antonio de Jesus

Presidente Jair Bolsonaro dando entrevista sobre o caso do motorista preso na Rússia
(Foto: Talita Giudice/Super Rádio Tupi)

A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar uma suposta prevaricação do presidente Jair Bolsonaro no caso da vacina indiana Covaxin. A abertura do inquérito foi autorizada pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, atendendo ao pedido da Procuradoria-Geral da República.

As suspeitas de prevaricação de Bolsonaro foram apontadas pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) que disse em entrevistas e em depoimento à CPI da Covid-19 que avisou ao presidente que superiores do irmão, o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda, teriam feito “pressões atípicas” para que ele liberasse a importação da vacina.

Miranda disse que, ao ser informado do caso, Bolsonaro afirmou que iria acionar a Polícia Federal. O pedido da PGR foi feito após a ministra cobrar uma posição da procuradoria sobre a notícia-crime apresentada por três senadores ao tribunal pedindo a investigação das denúncias.

A prevaricação ocorre quando um funcionário público é informado de uma irregularidade, mas retarda sua ação ou deixa de atuar para que ela seja apurada e punida.

 


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Agosto de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »