Brasil

PM do Paraná se confunde e Paulo Cupertino segue foragido

Delegado-geral de Polícia de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, disse que a corporação se enganou

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

O delegado-geral de Polícia de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, afirmou que o empresário Paulo Cupertino Matias, acusado de matar o ator Rafael Miguel e os pais dele, não foi preso no Paraná nesta quarta-feira (28). No início da manhã, a Polícia Militar do Paraná disse que havia prendido Cupertino em uma blitz no estado. Segundo o delegado, a PM paranaense se confundiu. Cupertino é procurado pela Interpol.

Na segunda-feira (26), a Polícia Civil descobriu que Cupertino fez uma identidade com uma certidão de nascimento falsa em Jataizinho, no norte do Paraná. Ele estava usando nome falso de “Manoel Machado da Silva” como um disfarce para se esconder.

Em 2019, Paulo Cupertino matou a tiros Rafael, de 23 anos e os pais dele, João Alcísio Miguel, 52, e Miriam Selma Miguel, 50. Os três teriam ido até a casa da namorada do ator  para conversar com Paulo sobre o relacionamento de Rafael com a menina. Ainda no portão, ele pegou uma arma e disparou contra os três. Desde então, Cupertino está foragido.

CORREÇÃO: com base na informação da polícia de São Paulo, o Tupi.fm chegou a noticiar a prisão de Paulo Cupertino. Pelo erro, pedimos desculpas.)

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »