Brasil

‘Sou Messias, mas não faço milagre’, diz Bolsonaro sobre mortes por coronavírus

Presidente afirmou ainda que ninguém nunca negou que a Covid-19 causaria mortes no Brasil e que 70% da população será contaminada pela doença

Por Redação Tupi

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (28) que é “Messias, mas não faz milagre” – em referência a um dos seus sobrenomes – ao ser questionado sobre o número de mortos pelo coronavírus no Brasil ter superado o da China, país que originou a pandemia.

Quando um dos jornalistas presentes na portaria do Palácio da Alvorada disse a Bolsonaro: “A gente ultrapassou o número de mortos da China por Covid-19”, o presidente respondeu “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre”. Ainda na entrevista, o presidente se solidarizou com as famílias das vítimas pela doença.

“Lamento a situação que nós atravessamos com o vírus. Nos solidarizamos com as famílias que perderam seus entes queridos, que a grande parte eram pessoas idosas. Mas é a vida. Amanhã vou eu. Logicamente, a gente quer ter uma morte digna e deixar uma boa história para trás”, disse.

O presidente afirmou ainda que ninguém nunca negou que a Covid-19 causaria mortes no Brasil e que 70% da população será contaminada pela doença.

“As mortes de hoje, a princípio, essas pessoas foram infectadas há duas semanas. É o que eu digo para vocês: o vírus vai atingir 70% da população. Infelizmente é a realidade. Mortes vão (sic) haver. Ninguém nunca negou que haveria mortes”, completou.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
27 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »