Brasil

TRF-4 nega mais um pedido da defesa de Lula no caso de Atibaia

A sessão, realizada na tarde desta quarta-feira, durou oito minutos.

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução)

O Tribunal Regional Federal da 4a Região, o TRF-4, negou um pedido da defesa do ex-presidente Lula para que depoimentos dos delatores da Odebrecht no caso do sítio de Atibaia não tivessem mais validade jurídica. A sessão, realizada na tarde desta quarta-feira, durou oito minutos.

O advogado do ex-presidente, Cristiano Zanin Martins, apresentou o recurso com base em uma planilha da Odebrecht que mostra que a empresa paga salários aos 77 delatores ligados ao grupo. A defesa de Lula argumentou que o documento evidencia que os delatores passaram a receber o dinheiro depois que aderiram às narrativas defendidas pela força-tarefa da Lava-Jato.

Por unanimidade, a 8a Turma do TRF-4 negou a tese e manteve a validade dos depoimentos. Os desembargadores também rejeitaram a solicitação da defesa de Lula para converter o julgamento em diligência com o objetivo de analisar a falta de voluntariedade das delações da Odebrecht.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »