Brasil

Witzel responde a parecer de Augusto Aras

o governador Wilson Witzel disse que o MPF deveria se preocupar mais é com os tráficos de drogas e de armas

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Marcos Antonio de Jesus/Super Rádio Tupi)

 O governador Wilson Witzel respondeu pelo Twitter e também em entrevista no Palácio Guanabara, na tarde desta terça-feira, o parecer do Procurador Geral da República, Augusto Aras, ao Supremo Tribunal Federal, com entendimento de inconstitucionalidade de ações da política de segurança do governador Wilson Witzel.

Para Aras, as irregularidades são cometidas através do fim do adicional pago aos policiais que apresentem redução em índices de letalidade em operações e nos casos em que tiros são disparados de helicópteros durante as ações.

O parecer de Aras foi feito na Arguição de Descumprimento de Preceitos Fundamentais, ADPF, 635, proposta pelo PSB. A Procuradoria-Geral da República defende o conhecimento parcial da ADPF. O governador disse que não se trata de uma matéria constitucional e que ele espera que o STF a sepulte.

Segundo o procurador-geral, os decretos, assim como as declarações públicas de Witzel “evidenciam desvio de finalidade nas práticas administrativas adotadas em matéria de segurança pública na localidade, afrontando os preceitos fundamentais da dignidade humana e da vida”.

Por sua vez, o governador Wilson Witzel disse que o MPF deveria se preocupar mais é com os tráficos de drogas e de armas. Witzel disse ainda que deve entrar com uma ação no Supremo pedindo ressarcimento do que o Estado gasta no combate ao crime organizado.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Abril de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »