Conecte-se conosco

Carnaval

Elis de Sá faz aula de samba para fazer bonito da Sapucaí: ‘Tenho medo de virar meme’

“Não quero decepcionar as pessoas que confiaram em mim, que estão torcendo por mim”, dispara a veterana do carnaval

Publicado

em

Elis de Sá faz aula de samba para fazer bonito da Sapucaí: 'Tenho medo de virar meme' (Foto: Adriano Reis/ Palmer Assessoria de Comunicação)
Elis de Sá faz aula de samba para fazer bonito da Sapucaí: 'Tenho medo de virar meme' (Foto: Adriano Reis/ Palmer Assessoria de Comunicação)

Na era do cancelamento digital, sambar virou quesito principal para não sofrer ataques de haters que se intitulam julgadores de samba. O problema é tão sério que inúmeras rainhas e musas do Carnaval estão buscando aperfeiçoar a arte para não passar vergonha e até mesmo virar meme na internet. Para Elis de Sá (52), que fará sua estreia como musa na Sapucaí, a preocupação vai além:

 “Recebi o convite para ser musa desta grande Escola, fui enfaixada pela grande rainha de bateria Evelyn Bastos, ou seja, quero fazer bonito. Não quero decepcionar as pessoas que confiaram em mim, que estão torcendo por mim. É uma questão moral entregar o meu melhor. Mas confesso que tenho medo de virar meme e ver o nome da escola envolvido em maus lençóis”, desabafou a musa que levanta a bandeira do não-etarismo.

Por falar em melhor, para chegar na Sapucaí sambando, cantando, rebolando, a Musa da Unidos de Padre Miguel escolheu a dedo a professora de samba: Aldione Sena! A veterana tem mais de 50 anos de samba, em seu vasto currículo figuram várias rainhas e musas da Festa do Momo, a instrutora é a única que possui dois Estandartes de Ouro:

 “Cada rainha, musa, passista tem um jeito de expressar a sua arte. Eu busco entender isso em cada uma delas, vou lapidando, ajustando erros. Divido com elas a minha experiência ao longo desses 50 anos sambando dentro e fora do Brasil”, explicou Aldione.

Para Aldione aula de samba também precisa trabalhar a confiança, autoestima:

“A insegurança, o medo de errar são causadores de grandes catástrofes na hora da apresentação. Por isso, que também precisamos trabalhar o psicológico de cada aluna para que ela se sinta confiante e poderosa a cada apresentação”, revelou a instrutora.

Por falar em Poderosa, Elis de Sá garante que vai chegar com pouca roupa e muito samba no pé:

 “Não vou chegar sambando como Evelyn Bastos e nem Raissa de Oliveira, tenho as minhas limitações. Vou entregar o básico bem feito, dedicação não falta para fazer a coisa acontecer da melhor forma.

A fantasia diminuiu de tamanho e está um escândalo. Creio que será uma grande estreia como musa na Sapucaí”, disse a empresária.

Continue lendo
1 comentário

1 comentário

  1. Cármen Rose

    18 de janeiro de 2024 em 18:49

    Está certíssima Elis e foi perfeita na escolha da professora parabéns e muita sorte na sua estréia Deus abençoe e proteja sempre 😍😍😍😍

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *