Conecte-se conosco

Ciência

Especialista descreve procedimento que garante o ‘bumbum’ dos sonhos

Doutor Pedro Mancini explica que método é para quem busca resultados imediatos

Publicado

em

preenchimento-bumbum
Especialista descreve procedimento que garante o 'bumbum' dos sonhos (Foto: Divulgação)
preenchimento-bumbum

Especialista descreve procedimento que garante o ‘bumbum’ dos sonhos (Foto: Divulgação)

Dentre tantas alternativas que a estética oferece, há um procedimento bastante promissor, e contamos com a expertise do Dr. Pedro Mancini, especialista em medicina estética para falar sobre ele, o famoso Preenchimento de glúteo com PMMA.

“O PMMA é um preenchedor e um potente estimulador de colágeno. A substância é injetada no músculo glúteo máximo, tornando-se imperceptível e, após alguns meses de uso, favorece o aumento de volume da região além do volume injetado. Esse efeito é semelhante ao produzido por outros estimuladores de colágeno, como Sculptra, Radiesse e Ellansé, mas esses estimuladores duram apenas um ano e têm ganho de volume limitado. A vantagem do PMMA é que não são necessárias novas aplicações, apesar de que pode complementar caso o paciente queira mais volume O PMMA é biocompatível com o corpo humano e, após vários estudos, a versão atual nanotexturizada sem impurezas e microesferas de tamanho regular reduz o risco de formação de granulomas, rejeição ou alergias. O preenchimento é realizado no próprio consultório médico com anestesia local, é um procedimento pouco invasivo, sem corte e sem necessidade de internação. Segundo estudos, das opções de aumento de glúteo, PMMA é o que menos causa intercorrências e menores taxas de eventos adversos. Mas, claro, quando feito por um profissional habilitado e capacitado”,, explica dr. Pedro.

“O uso de implantes líquidos permite maior versatilidade, podendo equilibrar assimetrias pontuais superior ou inferior dos glúteos, lipodistrofias, preencher a porção lateral denominada depressão trocantérica ou outros tipos de modificações que ajudam a definir o contorno e a forma do corpo, dependendo da necessidade e orientação médica de cada paciente . A maleabilidade do implante líquido permite que ele seja moldado às linhas naturais do paciente, evitando aparência artificial ou inestética.” pontua o Dr.

“Estruturalmente, o PMMA atua como um pilar para a produção do próprio tecido do paciente, e um novo tecido se formará ao redor das microesferas de PMMA, moldando assim o músculo glúteo. Isso significa que a quantidade injetada deve ser sempre inferior ao ideal, principalmente por se tratar de um produto permanente e de difícil remoção, de modo que a remodelação ocorre não apenas pela aplicação do produto, mas também pela formação de tecido autólogo pelos próximos 10 anos. Além de todos esses benefícios, o PMMA pode ser usado em concentrações menores, superficialmente na derme bem espalhado para a produção de colágeno também na pele e melhora do aspecto geral do bumbum. Suavizando, por exemplos casos de lipodistrofias que incomodam os pacientes. Não ha bioestimulador de colágeno melhor que o PMMA, mas como conversado aqui PMMA tem indicações muito especificas”.

Doutor Pedro Mancini

Doutor Pedro Mancini, especialista em medicina estética (Foto: Divulgação)

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.