Coronavírus

Estudo da UFRJ aponta que quarentena vai afetar 10 milhões de trabalhadores do Brasil

Pesquisa indica que a redução do PIB brasileiro pode ser de até - 8%

Por Marcelo Silva

Foto: Reprodução

Estudo da Universidade Federal do Rio de Janeiro estima que 10 milhões de trabalhadores do país serão afetados pelas medidas impostas, para conter o avanço da Covid-19.

De acordo com a pesquisa elaborada pelo Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, a COPPE UFRJ, os impactos da quarentena serão sentidos no setor de serviços, que representam 21% do mercado de trabalho do país. As empresas analisadas pela pesquisa são microempresas (94,7%) e pequenas empresas (4,8%).

De acordo com o estudo da UFRJ, os dados apresentados fazem parte de um trabalho que avaliou o impacto no emprego em seis grandes grupos de atividades econômicas de setores de prestação de serviços, sendo a média salarial dos trabalhadores, em quatro desses grupos, menor ou igual a R$ 1.500,00.

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) estima que 25 milhões de pessoas, em média, possam perder seus empregos em decorrência da crise causada pelo coronavírus. Com relação ao Brasil, ainda não há estimativas oficiais para o aumento do desemprego, somente prognósticos da redução do PIB.

Os pesquisadores, tendo como base o estudo da OIT para calcular o impacto do vírus sobre o emprego mundial, trabalharam com sete cenários para a variação do PIB brasileiro em 2020, todos com retração entre -0,3% e -8%.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Junho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »