Coronavírus

Farmacêutica responsável pela produção da vacina de Oxford reconhece erro

Eficácia apresentada pela vacina foi de 90%. A menor eficácia de 62% foi registrada naqueles que receberam as duas doses completas

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

A farmacêutica responsável pela produção da vacina de Oxford reconheceu um erro na aplicação da dosagem em voluntários. Na revelação feita para a Agência de Noticias Reuters, a empresa afirmou que os pesquisadores ingleses, que lideraram os estudos, erraram o calculo e acabaram aplicando somente metade da dose em alguns voluntários, seguida de mais uma dose um mês depois.

Justamente nesses pacientes, a eficácia apresentada pela vacina foi de 90%. A menor eficácia de 62% foi registrada naqueles que receberam as duas doses completas. De acordo com o responsável pela área de pesquisa e desenvolvimento da Astrazeneca, Menelas Pangalos, o erro não colocou ninguém em perigo e gerou a solução para os cientistas.

Os testes foram realizados em voluntários na Inglaterra e no Brasil. A vacina de Oxford é a principal aposta do governo brasileiro. Representantes da Astrazeneca se reuniram na última terça-feira, com membros da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para discutir o andamento dos estudos clínicos, mas até o momento não foi registrado prazo para registro do imunizante no órgão regulador brasileiro.

Comentários

enquete

Você acha que o Vasco da Gama leva a Taça Rio?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »