Coronavírus

Setor hoteleiro afirma que virada de ano sem presença de público pode causar prejuízo de R$ 20 bilhões

Segundo ABIH-RJ, o período sustenta cerca de 100 mil empregos

Por Marcelo Silva

(Divulgação: Agência Brasil)

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio afirma que a virada de ano sem a presença de público pode resultar em um prejuízo de R$ 20 milhões ao setor hoteleiro.

No sábado (25), a Prefeitura do Rio anunciou que não haverá festa em Copacabana no modelo tradicional, com grande concentração de pessoas e estuda celebração sem público.

Em nota, o executivo municipal afirmou que o Réveillon, esse modelo tradicional que conhecemos e que praticamos na cidade há anos, assim como o carnaval, não é viável neste cenário de pandemia, sem a existência de uma vacina.

No entendimento da ABIH – RJ, o cancelamento da festa causaria um grande impacto na economia da cidade e no segmento turístico.

Segundo dados da entidade, anualmente são investidos mais de R$ 20 bilhões para o Réveillon, e que o período sustenta cerca de 100 mil empregos.

Nos próximos dias, a Riotur apresentará ao Prefeito Marcelo Crivella diferentes formatos possíveis para o evento da virada, sem presença direta de público, em um modelo virtual, por plataformas digitais.

A prefeitura do Rio pretende conversar sobre a construção desse modelo alternativo ao réveillon tradicional com a presidência e Conselho Deliberativo da ABIH-RJ.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »