Brasil

CPI ouve hoje ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde

Élcio Franco, número 2 de Eduardo Pazuello, deve ser questionado sobre compras de lotes da vacina

Por Mateus Wagner

Élcio Franco, ex-secretário-executivo, em depoimento
(Foto: Reprodução)

CPI da Covid ouve nesta quarta-feira (9) o ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Antônio Élcio Franco, o número 2 da pasta durante a gestão do ex-ministro Eduardo Pazuello.
Seu depoimento chegou a ser marcado para o dia 27, mas o coronel da rerserva do Exército informou que não poderia comparecer por estar em recuperação da Covid. Atualmente, Élcio Franco é assessor especial da Casa Civil da Presidência da República.
No depoimento é esperado que o coronel explique sobre as negociações para a aquisição de vacinas e sobre o fato do governo não ter respondido as mensagens e até se recusado a assinar contrato com a Pfizer para receber grande lote já no ano passado.
Segundo Carlos Murillo, gerente-geral da Pfizer na América Latina, Élcio Franco tratou diretamente com a farmacêutica quando as ofertas foram feitas ainda em 2020.
Pazuello chegou a afirmar na CPI que nunca chegou a tratar diretamente com a Pfizer sobre a compra.
Depois desse depoimento, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da comissão, informou que a Pfizer enviou 53 e-mails ao governo brasileiro sobre os lotes de vacinas em 2020.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »