Brasil

CPI reconvoca Pazuello e Queiroga, chama 9 governadores e Wilson Witzel

Ex-governador Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, também foi chamado

Por Marcos Antonio de Jesus

Imagem dos senadores Renan Calheiros, Randolfe Rodrigues e Omar Aziz, na CPI da Covid-19
(Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado)

A CPI da Covid-19 decidiu convocar 9 governadores para prestar depoimentos para a comissão. A convocação foi oficializada na sessão desta quarta-feira (26). Vão ser chamados os governadores do Amapá, do Amazonas, do Distrito Federal, do Pará, do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul, de Rondônia, de Roraima e de Santa Catarina.

Além disso, prefeitos de seis capitais também serão chamados: de Aracaju, de Fortaleza, de Macapá, do Recife, de Rio Branco e de São Luiz. O ex-governador Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, também foi chamado.

Vicente Nunes, editor-chefe de política do Jornal Correio Braziliense falou sobre a reunião desta quarta-feira, no programa “Cidinha Livre”, da Super Rádio Tupi.

O jornalista deu detalhes sobre o encontro: “Hoje o dia começou cedo com uma reunião secreta da CPI da Covid, com muito bate-boca e briga dos senadores, porque houve a votação dos requerimentos que acabaram convocando 9 governadores e um ex-governador, o Wilson Witzel, do Rio de Janeiro”, afirmou. Ele continuou: “O depoimento começa pelo Witzel. Vai ser complicado”, ressaltou.

Vicente comentou ainda a convocação do empresário Carlos Wizard, dono de uma rede de produtos naturais, que se voluntariou para trabalhar no Ministério da Saúde durante a pandemia.

“Chamou muito atenção também a convocação empresário Carlos Wizard, que se voluntariou para trabalhar no Ministério da Saúde durante a gestão de Pazuello. O interessante é que ele caiu porque atacou os governadores, dizendo que eles estavam inflando os números de morte da Covid para conseguir mais verbas do Governo Federal”, disse.

Durante a reunião, ficou decidido ainda a não votação da convocação do presidente da República Jair Bolsonaro. Para o jornalista, os senadores vão adiar ao máximo a presença do político na CPI.

“O senador-presidente da CPI, Omar Aziz definiu por não votar, hoje, o pedido de convocação feito pelo senado Randolfe Rodrigues. Acho que ainda vai haver um debate muito grande e vão adiar o máximo possível a convocação do presidente. Nesse momento, é complicado convocar Bolsonaro”, afirmou ele.

Os senadores também aprovaram a reconvocação do atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, do ex-ministro, Eduardo Pazuello, além de Arthur Weintraub, irmão do ex-ministro e ex-assessor de Jair Bolsonaro, Abraham Weintraub.

Ouça a entrevista completa de Vicente Nunes no programa “Cidinha Livre”:



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show de Bola
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »