CPI Covid-19

Depoimento de sócio da Precisa Medicamentos à CPI da Covid é adiado para a próxima semana

Francisco Maximiano solicitou uma nova data para oitiva por estar cumprindo quarentena de 14 dias

Por Redação Tupi

(Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), comunicou aos integrantes da comissão, durante a sessão desta terça-feira (22), que o depoimento de Francisco Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos, foi adiado para a próxima semana. A oitiva estava prevista para ser realizada nesta quarta-feira (23).

Omar Aziz afirmou que decidiu adiar o depoimento após receber um comunicado da defesa de Maximiano. Nele, o empresário alega que cumpre quarentena de 14 dias, imposta pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), após desembarcar no Brasil no último dia 15 de junho, vindo de viagem à Índia, país que concentra a segunda maior incidência de casos da Covid-19 no planeta.

Devido a este adiamento, a sessão desta quarta-feira da CPI da Covid no Senado deve ser destinada somente à votação de requerimentos. Na pauta, estão pedidos de informação, quebras de sigilo e novas convocações.

Vale destacar que a Precisa Medicamentos atua como representante da empresa indiana de biotecnologia Bharat Biotech, que desenvolveu a vacina Covaxin no Brasil. A CPI da Covid apura possíveis irregularidades na negociação entre o governo federal e a Precisa por compra de doses do imunizante.


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Agosto de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »