CPI Covid-19

Presidente da CPI da Covid dá ordem de prisão a Roberto Dias

Omar Aziz alega que ex-diretor do Ministério da Saúde mentiu à Comissão

Por Redação Tupi

Roberto Dias
Edilson Rodrigues / Agência Senado/Divulgação

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), determinou, às 17h27 desta quarta-feira (7), a prisão do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias. Esta foi a primeira prisão determinada pela comissão. Aziz acusou Dias de ter mentido e omitido informações da CPI.

— O senhor fez um juramento. Chame a polícia do Senado. O senhor está detido pela presidência da CPI— anunciou Aziz.

Dias foi convocado para dar explicações sobre as acusações de que teria pedido propina de U$1 por dose da vacina Astrazeneca. A denúncia foi feita pelo policial militar Luiz Paulo Dominguetti, representante da empresa Davati Medical Supply.

Na sessão, Omar Aziz afirmou que áudios comprovam que o ex-diretor do ministério mentiu durante o depoimento. As gravações estão registradas no celular do policial militar e foram entregues à comissão.  Dias confirmou o encontro com Dominguetti no restaurante Vasto, no Brasília Shopping, mas negou que teria agendado o jantar previamente com o vendedor.

No entanto, dois dias antes do encontro em um bar em Brasília, Dominguetti  enviou uma mensagem de voz a um homem chamado Rafael, informando que a compra da vacina iria acontecer e que Dias assinaria a compra.

 

 

 

 

 



Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Julho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »