Coronavírus

Com déficit no caixa, Estado do Rio suporta só 60 dias

O município do Rio também tenta receber ajuda de Brasília

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Eliane Carvalho/Divulgação Gov. do Estado)

A crise financeira provocada pela pandemia da Covid-19 fez com que a previsão de rombo nos cofres do Estado do Rio saltasse para R$ 25,7 bilhões, R$ 15,7 bilhões a mais que o déficit estimado antes da pandemia. O governo avalia que, se não receber ajuda financeira da União, terá problemas de fluxo de caixa em 60 dias. O município do Rio também tenta receber ajuda de Brasília.

O prefeito Marcelo Crivella encaminhou, há cerca de um mês, um ofício ao ministro da Economia, Paulo Guedes, solicitando recursos por conta do coronavírus. Sem resposta, enviou na semana passada ao presidente Jair Bolsonaro o pedido de um “empréstimo extraordinário no valor de R$ 2 bilhões”. Até agora não houve retorno.

Em uma rede social, o governador Wilson Witzel afirmou que, apenas para fortalecer a rede estadual de Saúde, é necessário um repasse de R$ 1 bilhão. Segundo o secretário estadual de Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho, a crise provocada pelo coronavírus deverá aumentar em 157% o déficit previsto para este ano.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »