Conecte-se conosco

Brasil

Confederação de caminhoneiros afasta possibilidade de greve

Segundo a Confederação, o governo nunca abriu tanto as portas ao diálogo quanto agora

Publicado

em

caminhoneiros
(Foto: Reprodução/Agencia Brasil)

(Foto: Reprodução/Agencia Brasil)

A Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) e lideranças da categoria afastaram qualquer risco de uma nova paralisação no dia 1º de fevereiro. Na quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a redução de impostos sobre pneus, atendendo um pleito da CNTA.

Segundo a Confederação, o governo nunca abriu tanto as portas ao diálogo quanto agora, inclusive com um fórum permanente. As mudanças não são na velocidade que gostaríamos, mas estão ocorrendo. O governo deu abertura para projetos propositivos e nós apresentamos vários”, ressalta a CNTA.

A Associação Nacional de Transporte do Brasil e o Conselho de Transporte Rodoviário de Cargas haviam anunciado uma greve “maior que a de 2018” no dia 1º de fevereiro.

 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.