Brasil

Confiança do Consumidor avança, mas resultado acumulado do ano é ligeiramente negativo

Em médias móveis trimestrais, o índice subiu 0,7 ponto

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução)

O Índice de Confiança do Consumidor da Fundação Getulio Vargas avançou 2,7 pontos em dezembro, para 91,6 pontos, o maior nível desde fevereiro deste ano (96,1 pontos). Em médias móveis trimestrais, o índice subiu 0,7 ponto.

Apesar do aumento da confiança em dezembro, o resultado acumulado do ano foi ligeiramente negativo. Isso significa que apesar da recuperação gradual da economia, a incerteza trouxe um efeito redutor nas expectativas para as famílias brasileiras.

O resultado do mês parece ainda influenciado pela liberação do FGTS e a melhora das expectativas com relação à economia e o emprego nos próximos meses. O efeito do FGTS vai ser passageiro, portanto, em 2020, um retorno consistente do otimismo dos consumidores vai continuar dependendo de uma evolução mais robusta do mercado de trabalho”, afirma Viviane Seda Bittencourt, Coordenadora das Sondagens.

Em dezembro, tanto as avaliações sobre o presente quanto as expectativas em relação aos próximos meses melhoraram.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
23 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »