Brasil

Desemprego bate novo recorde e chega a 14,6%

Desde o trimestre encerrado em maio, o nível de ocupação está abaixo de 50%

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/IBGE)

A taxa de desemprego no Brasil bateu novo recorde e chegou a 14,6% no trimestre encerrado em setembro, de acordo com os dados da Pnad Contínua do IBGE, divulgado nesta sexta-feira. Esta é a maior taxa registrada na série histórica do instituto, iniciada em 2012.  Houve alta em dez estados. Em apenas três meses, mais 1,3 milhão de pessoas entraram na fila do emprego, na comparação com o segundo trimestre do ano.

Em agosto, a taxa de desemprego já havia batido recorde e atingido 14,4%. Segundo a analista da pesquisa do IBGE, Adriana Beringuy, o aumento na taxa de desemprego reflete a flexibilização das medidas de isolamento social para controle da pandemia de Covid-19. O nível de ocupação foi de 47,1%, mantendo a curva descendente dos últimos meses.

Desde o trimestre encerrado em maio, o nível de ocupação está abaixo de 50%. Isso mostra que menos da metade da população em idade para trabalhar está ocupada no país. O número de desalentados, aquelas pessoas que desistiram de procurar, emprego atingiu 5,9 milhões, também o maior da série.

 

 

Comentários

enquete

Quem vai levar a melhor no Cariocão?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »