Brasil

Inadimplência no ensino superior privado aumentou em maio

Nas instituições de grande porte o nível de inadimplência ficou em 23,4%

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/Agência Brasil)

A taxa de inadimplência no ensino superior privado no Brasil ficou em 23,9% em maio, percentual 51,7% maior que o registrado no mesmo período do ano passado. As mensalidades em atraso referentes aos cursos presenciais tiveram aumento ainda maior no período (55,1%), e as de cursos de ensino a distância (EAD) subiram 8,6%.

Nas instituições de grande porte o nível de inadimplência ficou em 23,4% e nas instituições de pequeno ou médio porte, em 24,2% no mesmo período. Na comparação com abril deste ano, houve queda de 9,1/% na inadimplência. Houve queda tanto na modalidade presencial quanto no EAD.

Os dados fazem parte da 3ª Pesquisa Cenário Econômico das Instituições de Ensino Superior Privadas e foram divulgados pelo Semesp, entidade que representa as universidades privadas no país.  A pesquisa mostra também aumento de 14,2% no número de alunos que desistiram ou trancaram a matrícula no mês de maio. Ela reflete as consequência da pandemia na vida econômica do brasileiro.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »