Conecte-se conosco

Brasil

Alexandre de Moraes diz que projeto-piloto do teste de integridade das urnas teve ‘100% de aprovação’

Novo modelo de testagem com a participação de eleitores, realizado simultaneamente com o método tradicional feito nos Tribunais Regionais Eleitorais, foi proposto pelas Forças Armada

Publicado

em

Imagem de uma urna eletrônica
(Foto: Fábio Pozzebom / Agência Brasil)

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Alexandre de Moraes, afirmou na sessão desta quinta-feira, que o projeto-piloto do teste de integridade das urnas teve “100% de aprovação”.  Ele já havia dito, nesta quarta-feira, que os testes dos dispositivos foram um “sucesso total”.

O novo modelo de testagem com a participação de eleitores, realizado simultaneamente com o método tradicional feito nos Tribunais Regionais Eleitorais, foi proposto pelas Forças Armadas. O teste de integridade consiste num procedimento filmado no qual servidores da Justiça Eleitoral digitam nas urnas eletrônicas os votos registrados em cédulas de papel preenchidas pelos partidos.

O procedimento é realizado há mais de 20 anos com o objetivo de atestar que o voto do eleitor é reproduzido fielmente nas urnas. Neste ano, porém, passou a ser alvo de contestações do Ministério da Defesa.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *