Conecte-se conosco

Brasil

Alexandre de Moraes é sorteado relator da candidatura à reeleição de Bolsonaro no TSE

Ministro é responsável pelo processo de candidatura analisa não só o pedido de registro, mas também eventuais impugnações que podem ser feitas à chapa

Publicado

em

Alexandre de Moraes, ministro do STF
(Foto: Nelson Jr. / SCO / STF)

O ministro Alexandre de Moraes, que assume a presidência do Tribunal Superior Eleitoral na próxima semana, foi sorteado relator do processo de candidatura do presidente Jair Bolsonaro, que busca sua reeleição.

O ministro vai conferir dados do registro de candidatura do chefe do executivo federal, como documentos, informações sobre bens declarados pelo chefe do Executivo (R$ 2.317.554,73) e o plano de governo.

Moraes responsável pelo processo de candidatura analisa não só o pedido de registro, mas também eventuais impugnações que podem ser feitas à chapa, além de recursos. Qualquer candidato, partido, federação, coligação ou até mesmo o Ministério Público pode impugnar o pedido.

Ele também é relator do processo de candidatura de Pablo Marçal. Ao todo, há nove pedidos de registro de candidatura ao Palácio do Planalto no Divulgacand, plataforma do TSE que detalha os dados do pleito deste ano. O

s processos se encontram em diferentes estágios de movimentação, alguns já contando com parecer do Ministério Público e até questionamentos. O prazo para registro das candidaturas termina no dia 15 de agosto.

O TSE analisa os pedidos de candidatos à Presidência e eventuais recursos até o dia 12 de setembro.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.