Entretenimento

Avião que caiu com Gabriel Diniz não podia funcionar como táxi aéreo

Aeronave só tinha autorização para realizar voos de instrução

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

O avião que caiu e, consequentemente, matou o cantor Gabriel Diniz e, até então, mais duas pessoas, não tinha autorização para funcionar como táxi aéreo.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave só podia realizar voos de instrução.

A morte do cantor de 28 anos foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros do local. A queda do avião, um bimotor, ocorreu em Porto do Mato, em Estância, Sergipe. A aeronave caiu em um manguezal na tarde desta segunda-feira.

O cantor estourou nas paradas musicais em 2018 com o hit “Jenifer”, música do carnaval de 2019.

Comentários
enquete

Você acha futebol chato ou emocionante?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show de Bola
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »