Entretenimento

Avião que caiu com Gabriel Diniz não podia funcionar como táxi aéreo

Aeronave só tinha autorização para realizar voos de instrução

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

O avião que caiu e, consequentemente, matou o cantor Gabriel Diniz e, até então, mais duas pessoas, não tinha autorização para funcionar como táxi aéreo.

De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave só podia realizar voos de instrução.

A morte do cantor de 28 anos foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros do local. A queda do avião, um bimotor, ocorreu em Porto do Mato, em Estância, Sergipe. A aeronave caiu em um manguezal na tarde desta segunda-feira.

O cantor estourou nas paradas musicais em 2018 com o hit “Jenifer”, música do carnaval de 2019.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »