Celebridades

Carlinhos Maia pode ser indiciado por crime sanitário

Um abaixo-assinado foi criado na web após o influenciador causar aglomeração

Por Redação Tupi

Após promover uma festa durante a pandemia, Carlinhos Maia está sendo alvo de várias críticas na internet. O ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha confirmou por meio de seu Twitter na última sexta-feira (25) que o influenciador pode ser responsabilizado por crime sanitário. Para o deputado federal (PT-SP), a festa do humorista foi fonte de infecção para a doença.

“Confirmada a relação entre fonte de infecção e evento. É uma irresponsabilidade sem tamanho. E dependendo de quais eram as regras sanitárias locais estabelecidas, pode sim ser classificado como um crime sanitário”, escreveu Alexandre Padilha.

Depois, para a revista Fórum, o deputado declarou: “Se ele descumpriu regras locais estabelecidas pela vigilância sanitária local as punições podem ir de multas a cessação da autorização sanitária do local de realização do evento, como da empresa que realizou o evento”.

A possibilidade de Carlinhos Maia responder pelo crime surgiu após o jornalista Erlan Santos noticiar que a festa do influenciador deixou 47 funcionários infectados pela Covid-19, dois em UTI.

Além disso, duas famosas também testaram positivo para o novo coronavírus: a influenciadora digital Mileide Mihaile, ex-esposa de Wesley Safadão, e a cantora Laís Araújo.

Em razão da repercussão negativa, foi criado um abaixo-assinado na internet para que Carlinhos Maira seja punido por causar aglomeração. Até o momento desta publicação a petição já acumula mais de 1.700 assinaturas.

Comentários

enquete

Fluminense tem chances de avançar na Libertadores?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
06 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »