Celebridades

Luana Piovani revela abuso sexual na infância

"Era o meu vizinho", contou a atriz

Por Redação Tupi

Reprodução/ Instagram

Luana Piovani abriu o coração durante entrevista ao programa da TV portuguesa, Julia, e revelou que já foi vítima de abuso sexual durante a infância. A atriz, que está morando em Portugal há quase 2 anos, explicou como a violência que sofreu dificultou sua comunicação com os filhos.

“Foi na minha infância em Jaboticabal. Fui molestada sexualmente. É um assunto que ainda hoje tenho dificuldade de falar. Apesar de já ter iniciado (o tema), tenho dificuldade de falar de sexo com os meus filhos por conta da minha lembrança. Pelos dados que temos, sabemos que grande parte das crianças acaba sendo molestada por pessoas muito próximas da família. Foi isso que aconteceu comigo. Não era ninguém da minha família, mas era o meu vizinho”, contou ela, que é mãe de Dom, Bem e Liz, frutos de seu relacionamento com o surfista Pedro Scooby.

A atriz continuou seu desabafo: “Eu tinha uns sete anos e sabia que tinha alguma coisa errada porque isso nunca tinha acontecido comigo. Mas ao mesmo tempo, não tinha sido um assunto que eu tinha tido com os meus pais. Não sabia como chegar e dizer aquilo. Eu nem sabia exatamente o que tinha acontecido. Só tinha a sensação estranha.”

Luana ressaltou que o abuso não a deixou traumatizada e que também não falou sobre o assunto em sua terapia. . “Isso não acarretou nenhum trauma e por isso nunca contei para a minha mãe. Ela soube durante uma entrevista para a Xuxa. O programa acabou e ela me ligou espumando, querendo saber que vizinho era aquele. Fiz terapia durante anos e nunca coloquei isso em pauta. Nunca falei muito de sexo na minha análise.”

Comentários
enquete

Quem você acha que é o favorito para levar o título da Supercopa do Brasil?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show de Bola
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »