Conecte-se conosco

Celebridades

‘Nunca fiz mal a ninguém, eu só era piranha’, dispara Deborah Secco

Atriz ainda confessou ter um apetite sexual ferroz: "Gosto de transar, de ter orgasmos"

Publicado

em

Deborah Secco
(Foto: Reprodução/Instagram)

A atriz Deborah Secco abriu o jogo em uma entrevista ao jornalista Léo Dias, do portal Metrópoles, e confessou ter uma espécie de “vício” quando o assunto é sexo. Sem papas na língua, a artista revelou que já teve por muito tempo a fama de ser talarica por pegar homens comprometidos.

“Nunca fiz mal a ninguém. Eu só era o quê? Piranha! Ser piranha hoje tá na moda. Nunca fiz por dinheiro. Eu gosto de transar, de ter orgasmos… Era uma feminista antes do feminismo virar moda”, disparou Deborah.

No entanto, por conta disto, a atriz admitiu ter perdido algumas amigas. “Tenho inimizades porque na época ou peguei o namorado ou peguei o marido de alguém… Mas hoje peço desculpas. Não sou mais assim”, garantiu a famosa.

Casada há sete anos com o fotógrafo Hugo Moura, Deborah Secco também relembrou na entrevista alguns relacionamentos que teve no passado. Muitos desses com famosos, como o ex-jogador Roger Flores, os atores Dado Dolabella e Maurício Mattar, além do cantor Falcão.

“Eu fazia de tudo para salvar as relações, para que não acabassem. Para um, dei um sítio. Para outro, um estúdio…”, recordou.

A famosa ressaltou que hoje em dia finalmente entendeu o sentido do verdadeiro amor. Deborah destacou também que não gostaria de que a filha Maria Flor, de seis anos, tivesse as mesmas desventuras que ela teve até finalmente encontrar a felicidade com alguém.

“Não quero contar a ela histórias de contos de fadas e príncipes encantados. Sempre achei que precisava de um príncipe, que o final feliz sempre precisava ter um homem”, frisou a artista.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.