Esportes

Anderson Silva confirma aposentadoria no MMA e revela foco em outras artes marciais

Brasileiro avalia a possibilidade de se aprimorar em boxe ou jiu-jítsu

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução/Instagram

Tido como o melhor lutador de MMA de todos os tempos, o brasileiro Anderson Silva anunciou oficialmente a aposentadoria da categoria. Em entrevista ao programa “Ariel Helwani’s MMA Show”, ele confirmou que não fará mais apresentações no esporte.

A situação, no entanto, não garante que ele não atue em outras modalidades de artes marciais. Anderson tem uma luta de boxe marcada para o dia 19 de junho no México, contra Julio Cesar Chavez Jr.

“Logo após a luta contra Uriah Hall, eu fui para o vestiário e começaram a me ligar para lutar no Japão. Eu precisava descansar, mas todos os dias muitos eventos, especialmente no Japão e do resto da Ásia, me ligavam. Mas eu não vou mais lutar MMA, porque é duro treinar para o MMA, é difícil fazer um camp em alto nível, você se machuca muito. Agora eu só quero curtir. Não preciso provar mais nada para ninguém. É isso. Eu aceitei a luta contra Uriah Hall e algumas coisas aconteceram nos bastidores. Todo mundo sabe o que estava acontecendo, não preciso ficar falando. Não coloco mais pressão no meu corpo nem na minha mente, pensando em lutar novamente. Só tenho que agradecer a Deus por poder lutar e poder ajudar meu filho Gabriel a treinar” – disse.

Foto: Reprodução

A ideia do Spider nesse momento é poder se aprimorar em diversos tipos de artes para poder falar com propriedade de todas e, quem sabe, utilizar essa experiência no futuro.

Ainda segundo ele, a falta de respeito pelos lutadores por parte de alguns eventos vem tirando o interesse do público no MMA.

“O MMA é um esporte incrível, mas acredito que ele não seja mais tão interessante porque as pessoas nos bastidores não respeitam os atletas. Eu tive sorte porque, toda vez que lutei MMA eu treinei duro e pus meu coração e a minha paixão no cage. Felizmente terminei essa parte da minha vida. Talvez meu próximo desafio seja lutar jiu-jítsu, com ou sem quimono. Não sei. Quero apreciar as artes marciais. E, talvez, quando um dia as pessoas me perguntarem sobre boxe, jiu-jítsu e outras artes marciais, eu possa falar alguma coisa, porque terei sabido como é lutar cada uma delas e quanto foi duro treinar para cada uma delas. É importante respeitar o esporte, não importa se você é um lutador, um youtuber ou não” – salientou.

Aos 44 anos, Anderson Silva foi perguntado se tinha alguma mágoa do UFC e relembrou o antigo dono da franquia. Por outro lado, preferiu não responder a pergunta, afirmando apenas ter sempre lutado com o coração, já que, em outros momentos, o UFC era visto por todos como uma grande família.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »