Esportes

Chapecoense afasta atleta após flagra em festa sem uso de máscara

Caso ocorreu na semana seguinte a morte do presidente Paulo Ricardo Magro, vítima da covid-19

Por Redação Tupi

Foto: Chapecoense

Uma semana após a morte do presidente Paulo Ricardo Magro, aos 59 anos, vítima do novo coronavírus, um atleta da Chapecoense foi afastado pela diretoria do clube após ser flagrado em um evento sem fazer uso de máscara de proteção.  A Chape informou nesta terça-feira que o atacante Paulinho Moccelin está suspenso do elenco até o resultado do teste para a covid-19 ficar pronto.

Um vídeo de Paulinho acompanhado de outras pessoas em uma festa sem o uso de máscara, viralizou nas redes sociais. O evento teria sido realizado no último domingo, em uma casa de shows no centro da cidade de Chapecó (SC). O atacante contraiu o novo coronavírus em outubro, e mesmo com o risco de reinfecção, nem ele, nem os amigos fizeram uso da proteção.

Paulinho Moccelin realizou o exame PCR e a expectativa é de que o resultado fique pronto até amanhã. Enquanto isso, ele segue afastado das atividades presenciais do clube.

A Chape também comunicou que o jogador não vai se pronunciar sobre o assunto.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
23 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »