Campeonato Brasileiro

Chapecoense vence o Confiança e conquista o título da Série B com gol no fim

Chape bateu o Dragão por 3 a 1. Com pênalti cobrado por Anselmo Ramon aos 50 do segundo tempo, catarinenses garantiram a taça pelo saldo de gols

Por Redação Tupi

Foto: Chapecoense

O título da Série B 2020 é da Chapecoense! Em um grande jogo válido pela 38ª e última rodada na Arena Condá, em Chapecó (SC), a equipe catarinense venceu o Confiança por 3 a 1 e levantou a taça nesta sexta-feira (29). O Verdão do Oeste conquistou o troféu pelo saldo de gols, graças a um pênalti cobrado por Anselmo Ramon aos 50 minutos da etapa final. O atacante também fez o primeiro gol do time da casa – Reis empatou pelo Dragão, e Perotti recolocou a Chape na frente antes da penalidade decisiva.

 

Com a vitória, a Chapecoense terminou a competição com 73 pontos – mesma pontuação que o vice-líder América-MG. Porém, o saldo de gols da equipe de Chapecó foi de 21, contra 20 do Coelho. Sendo assim, o Verdão do Oeste conquistou o título, inédito em sua história. Por outro lado, o Confiança termina a competição na 15ª colocação, com 46 pontos. Veja os detalhes do confronto:

Sonhando com o título, a Chapecoense não demorou a abrir o placar. Logo aos três minutos, Dener recebeu belo passe de Mike e cruzou rasteiro para Anselmo Ramon, que bateu no canto esquerdo e balançou a rede. Aos sete, quase o segundo: mais uma vez, Mike viu Dener e lançou – o meia pegou de primeira e carimbou o travessão. Depois disso, os dois times atacaram, mas sem levar perigo. Aos 23, a Chape voltou a assustar: em tentativa de longe, Anderson Leite contou com desvio e fez a bola passar muito perto do poste. Na reta final do primeiro tempo, o Confiança melhorou e passou a ter boas chances. A começar com Everton, que arriscou de fora da área aos 32 e tirou tinta da trave. Em cima, o Dragão finalizou outras vezes, mas só acertou o alvo de novo aos 46, quando Serginho soltou uma bomba e parou em boa defesa de João Ricardo.

No início do segundo tempo, o Verdão do Oeste teve chance em chute de Dener por cima da trave, aos cinco minutos. Entretanto, aos nove, foi o Confiança que chegou ao empate: em cruzamento de Altemar, Reis infiltrou na zaga e testou para a rede. Após o gol, o ritmo do jogo caiu até os 30 minutos. A partir daí, a partida ganhou muito em emoção. O Dragão partiu para o ataque e criou oportunidades. Aos 30, Alyson saiu na cara do goleiro depois de passe de Rafael Vila, mas parou em João Ricardo. Logo em seguida, Ari Moura aproveitou desvio em tiro de meta e tirou do arqueiro, mas a defesa cortou. Contudo, quando parecia que os sergipanos tomariam as rédeas do duelo, a Chape marcou. Em jogada pela esquerda aos 33, Anselmo Ramon cruzou e Perotti desviou para fazer o 2 a 1.

Com os resultados de momento, a Chapecoense precisava de mais um gol para ser campeã e partiu para o ataque. Logo após marcar, Perotti deixou Matheus Ribeiro em boas condições de balançar o barbante, mas a tentativa bateu na rede pelo lado de fora. Já aos 41, o mesmo Perotti tocou por cima do goleiro e saiu para o abraço, mas o lance acabou anulado por impedimento. O Confiança respondeu em duas tentativas perigoas com Ari Moura – na primeira, João Ricardo abafou o chute. Depois, a bola passou rente à trave. Mas aos 48 minutos, Bruno Silva invadiu a área e foi derrubado: pênalti. Aos 50, Anselmo Ramon cobrou de cavadinha e fez o 3 a 1. Dener foi expulso no último minuto, mas a Chape esperou o apito final e garantiu o título.

*Com informações da CBF

Comentários
enquete

Você tem acompanhado a atual edição do BBB?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
03 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »