Conecte-se conosco

Copa do Brasil

Com time reserva, Flamengo toma susto no Piauí, mas vence o Altos de virada pela terceira fase da Copa do Brasil

Rubro-Negro faz 2 a 1, no Albertão, com gols de Pedro e João Gomes

Publicado

em

Flamengo vence o Altos, do Piauí, por 2 a 1, de virada, pela ida da terceira fase da Copa do Brasil
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Sofrido e com dificuldades! Poupando vários titulares do elenco, como Arrascaeta, Everton Ribeiro e Gabigol, que sequer viajaram ao estado do Piauí de olho na rodada de meio de semana contra o Talleres, na Argentina, pela Libertadores, a equipe alternativa do Flamengo não apresentou atuação convincente diante do Altos, pelo duelo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, no Estádio Albertão, porém, conquistou o principal objetivo: a vitória, de virada, por 2 a 1, com gols de Pedro e João Gomes – antes, Manoel, de bicicleta, marcou a favor dos nordestinos. Com o resultado e a vantagem mínima, os comandados do português Paulo Sousa podem jogar apenas empatar, no dia 11 de maio, na partida de volta, que garantem a classificação às oitavas de final do torneio de mata-mata nacional. O embate registrou também o retorno de David Luiz, liberado nos últimos dias para resolver questões pessoais, e a estreia de Ayrton Lucas, substituído por sentir problemas no tornozelo.

Como já era de se esperar, o Rubro-Negro tomou as rédeas do confronto e imprimiu grande posse de bola, em Teresina, ao passo que os donos da casa se entrincheiraram no sistema defensivo e exerceram, pelo menos até os 25 minutos, proposta, inclusive, bem sucedida do técnico Francisco Diá, contratado recentemente após a demissão de Agnaldo Liz por conta do maus resultados na Série D do Brasileirão. Os mandantes conseguiram neutralizar boa parta das investidas ofensivas dos cariocas e tiveram, de forma surpreendente, a chance mais clara da etapa, aos 28, quando Manoel tabelou com Marconi, recebeu passe açucarado e soltou um foguete em direção à meta do goleiro Santos. A conclusão explodiu no travessão e quase alterou o marcador. Pelo lado do time da Gávea, as melhores oportunidades vieram com Bruno Henrique, em cabeçada próxima à trave, aos 7, e em chute forte, aos 27, parando no arqueiro adversário. Ou seja, certo domínio da equipe do Rio, mas desempenho e criatividade não tão grandes assim.

Na volta do intervalo, a zebra, que, por pouco não aconteceu antes, virou realidade e deu um fio de esperança para se concretizar o resultado dos sonhos da torcida local. Depois de algumas finalizações sem tanto perigo do Flamengo, o Altos abriu o placar: em levantamento na área , aproveitando cobrança de falta na intermediária, os jogadores disputaram pelo alto. Bruno Henrique tentou tirar de cabeça, mas não obteve sucesso no corte. Na sequência, Manoel emendou uma bicicleta e fez o 1 a 0 inesperado, no Albertão. No entanto, a euforia acabou rapidamente. Isso porque, aos 20, o próprio camisa 27 insistiu na pressão e desarmou Tibiri pela faixa esquerda do ataque, cruzando na medida para Pedro ter o só o trabalho de empurrar ao fundo das redes. A partir do empate, os favoritos passaram a dominar totalmente o jogo e a virada veio naturalmente, aos 33. David Luiz arriscou forte em falta de longe, colocado, e acertou o poste direito de Marcelo. Na sobra, a bola ficou viva, resvalou na outra trave, o zagueiro piauiense se enrolou todo e João Gomes balançou a rede. Ainda teve tempo de Pedro carimbar a trave novamente, aos 37, porém, nada que alterasse a contagem. Vantagem mínima construída na ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.