Esportes

Comitê Olímpico Brasileiro quer levar atletas para o exterior antes dos Jogos de Tóquio

Maioria dos locais de treinamento do Brasil estão fechados por conta da pandemia de Covid-19

Por Redação Tupi

Foto: Wander Roberto/Exemplus / COB

O Comitê Olímpico Brasileiro está traçando algumas estratégias para que a preparação dos atletas que irão integrar a delegação nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021 não seja prejudicada por conta da pandemia de Covid-19. O diretor de esportes do comitê, Jorge Bichara, revelou que pretende levar os atletas para treinar em países que já tenham superado o novo coronavírus.

Em entrevista concedida do podcast Rumo ao Pódio, o dirigente lembrou que a falta de verba pode atrapalhar os planos da entidade, mas deixou claro que o objetivo principal é buscar locais de treinamento com segurança e qualidade.

“Buscar locais onde você consiga ter uma condição de treinamento com segurança e qualidade. Ao longo dos anos, fizemos um grande mapeamento dos locais de preparação. Nesse momento em que não podemos errar, o dinheiro é curto e o tempo escaço, então ir para lugar que já conhecemos e sabemos o que teremos de equipamentos é uma grande vantagem. A questão da alta do dólar e do euro, isso compromete, mas é uma estrategia sim a ser considerada. Ir com alguns atletas para o exterior, onde a situação já possa estar controlada”, disse.

A maioria dos locais de treinamento do Brasil estão fechados por conta da pandemia de Covid-19. Em função da crise de saúde mundial, os Jogos Olímpicos de Tóquio foram transferidos para 2021.

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »