Esportes

Fernando Diniz lamenta derrota em casa e reclama do VAR

Para o treinador, o árbitro de vídeo errou em não marcar dois pênaltis para o Fluminense.

Por Redação Tupi

 

O Fluminense recebeu o CSA na tarde deste domingo, no Maracanã e perdeu por 1 a 0. Com a derrota, o tricolor entrou na zona de rebaixamento e foi vaiado pela torcida. Na entrevista coletiva, o técnico reclamou dos pênaltis não marcados para sua equipe.

“Sobre o VAR, hoje tivemos dois lances claros, dois pênaltis. Um no Daniel e outro no Ganso. Ainda teve a expulsão do Frazan e do Digão, contra o Vasco. No jogo contra o Goiás, tivemos um gol anulado que foi legítimo. Depois, o gol do Goiás foi em uma falta inexistente. Posso falar isso, mas não tenho mania de perseguição. O jogo de hoje é difícil de engolir”, disse Fernando Diniz.

O Fluminense finalizou mais que o CSA, porém o tricolor não marcou gol e viu o time alagoano marcar. Diniz foi perguntado sobre a diferença no número.

“A gente teve um volume grande de finalizações, muitas delas chances claras de gol. Me recordo de pelo menos umas sete. Infelizmente, não conseguimos fazer o gol. Não sei explicar porque a bola não entra. Treinamos muito. Fora isso, tivemos dois pênaltis não marcados”.

Perguntado sobre as vaias da torcida, Diniz foi bem claro e entendeu o comportamento.

“O torcedor está aborrecido, é natural. Mas ele também está apoiando muito, acreditando. No final do jogo, é normal vaiar, aceitamos. Estamos muito chateados também por o torcedor ter que fazer esse protesto legítimo ao fim da partida”.

Veja outras respostas de Fernando Diniz

Conversas sobre a permanência no Flu?

“Por enquanto ainda não conversamos. Isso é uma decisão da diretoria. Temos uma cultura do resultado, de fato. Trabalho de uma maneira contundente naquilo que gosto de fazer. Pegamos jogadores desconhecidos e hoje temos atletas convocados, revelação do João Pedro, Marcos Paulo, recuperação do Julião. E os jogadores que foram se destacando a gente perdeu precocemente. Essa situação na tabela é um desafio muito grande. Mas é um time que não oscila, joga e cria. Mas por um erro perdemos a partida. Não falei com ninguém ainda”

Como lidar com a pressão?

“Em time grande, estamos sempre pressionados. Ainda mais na situação que o Fluminense está. Está todo mundo pressionado. Lido bem com a pressão e não jogo a toalha. Sigo lutando para que as coisas deem certo. Todo mundo está pressionado, e eu ainda mais. Não vou procurar outros culpados. Mas tivemos boas chances hoje e em outros jogos também. O time tem jogado bem”.

Cobrança por vitórias e jogadores desconhecidos.

“Não teve esse tipo de cobrança, mas existe a cobrança no futebol. O dirigente tem que cobrar mesmo. Não teve nada de anormal. Sobre os jogadores, fico muito feliz. Quase todos esses era desconhecidos, tinham jogado muito pouco. E tiveram um avanço muito grande. Eu disse que essa melhora individual tinha que ser revertida em resultado para o Fluminense. A gente tentou, batalhou até o fim do jogo. Além da falta de pontaria, a gente foi prejudicado de forma muito grosseira pela arbitragem”.

Comentários
enquete

Vale a pena se tornar vegetariano só para agradar o (a) parceiro (a)?
Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Setembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Ele & Ela
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »