Esportes

Flamengo conquista dois títulos em menos de 24 horas

Confira a retrospectiva do time no ano de 2019

Por Monique Guimarães

O ano de 2019 vai ficar marcado na história do Flamengo e no coração de todos os torcedores rubro-negros espalhados pelo mundo. Um dia após ser bicampeão da Copa Libertadores, em Lima, no Peru, o clube conquistou o hepta campeonato Brasileiro. O título veio após a vitória do Grêmio sobre o Palmeiras neste domingo, no estádio do Allianz Parque. Agora, o clube se tornou o primeiro a conquistar no mesmo ano, o Brasileirão (em pontos corridos) e a Libertadores. O ano pode terminar ainda melhor caso o título do Mundial seja conquistado pelo elenco.

Além dos títulos de peso, o Flamengo conquistou a Florida Cup, torneio amistoso, no início da temporada, ainda com Abel Braga no comando do time e o Campeonato Carioca. Mas o que ficou marcado no início do ano dos rubro-negros foi a tragédia no Ninho do Urubu, no dia 8 de fevereiro. O incêndio no CT acabou com 10 meninos da base mortos.

Já no início do Brasileirão, os torcedores pediram a saída do técnico Abel Braga, insatisfeitos como ele escalava o elenco que tinha em mãos. O time que até o momento tinha contratado Rodrigo Caio, Gabigol, Arrascareta e Bruno Henrique viu o presidente Rodolfo Landim, então, acertar com o português Jorge Jesus, que mudou o estilo de jogo da equipe e emplacou o melhor time do ano, tanto do Brasil, como da América.

Anunciado oficialmente no dia 1º de junho, o ex-Benfica e Sporting Lisboa chegou para comandar seu primeiro treino somente no dia 20 daquele mês. Mas antes do português comandar o primeiro jogo, o clube contratou o lateral direito, Rafinha, que estava no Bayern de Munique.

Com Jesus, o Flamengo mudou completamente a estratégia tática e se tornou um time mais ofensivo e mostrou em todos os jogos muita intensidade contra os adversários. Os resultados se refletiram no ótimo entrosamento entre os jogadores, que ainda receberam no elenco o meia Gerson, um dos destaques da temporada e o zagueiro espanhol Pablo Marí. O outro nome de peso foi o de Filipe Luis, que acertou com o time após o título da Copa América.

O Flamengo, de Jorge Jesus, mostrou o melhor futebol e encantou não só os torcedores rubro-negros, mas todos os apreciadores de futebol. O português, que muitas vezes foi perseguido por colegas da profissão, mostrou que um estrangeiro pode fazer um ótimo trabalho em terras brasileiras. O jogo contra o Grêmio pela semifinal da Libertadores exemplificou a superioridade do clube, após o Flamengo atropelar por 5 a 0 os gaúchos, com direito a dois gols de Gabigol, que terminou a competição como artilheiro, com nove gols marcados e 40 no ano, além de ser eleito o melhor jogador da final.

Outra estrela do time, que brilhou e se tornou um dos principais jogadores da temporada do Flamengo foi Bruno Henrique, coroado como melhor jogador da Libertadores. O atacante tem até agora 31 gols no ano, além de participar da maior parte dos gols do clube, um verdadeiro garçom rubro-negro.

A grandeza do Flamengo reapareceu ao vencer de virada o River Plate com dois gols de Gabigol. Na Libertadores o time de Jorge Jesus terminou com quatro vitórias, 2 empates e uma derrota. Já no Brasileiro, o português tem até o momento, 20 vitórias, uma derrota e quatro empates, um feito e tanto para o estrangeiro.

 

 

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
09 de Dezembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »