Fluminense

Mário Bittencourt é denunciado pelo TJD por ofensas a FERJ

Dirigente pode sofrer penas cumulativas de até 630 dias e 200 mil reais

Por Sérgio Guimarães

 

Foto: Fluminense / Lucas Merçon/ Mario Bittencourt

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, foi denunciado pela procuradoria do TJD, pelas declarações feitas a FERJ (Federação de Futebol do Estado do RIo de Janeiro) e ao próprio tribunal pela polemica a respeito da transmissão da final da Taça Rio, contra o Flamengo, no episódio que ficou conhecido como GatoFerj.

O procurador André Valentim denunciou a dirigente nos artigos 258, 258-D, 243-F e 243-G do CBDJD, que falam sobre conduta contrária à moral e/ou a ética desportiva, ofender alguém em sua honra, praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência.

(Foto: Reprodução)

Caso seja condenado e as penas sejam cumulativas, Mario Bitencourt, pode ter que pagar multa de até R$ 200 mil reais e 630 dias de suspensão. O Fluminense pode também receber uma multa de até R$ 10 mil por acusação ao presidente.

Vale lembrar que existe também uma denúncia na justiça comum do presidente da FERJ, Rubens Lopes, e de dois vices da entidade contra o presidente Mario Bitencourt, por calunia, difamação e injúria.

A audiência está marcada para o dia 14 de agosto, as 14h, e em plena pandemia e a sessão será presencial.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »